Aviso n.º7 de 2018/2019
Contratação de Escola de Docente de Informática

Contratação de Pessoal Docente

Aviso de Abertura de Concurso de Contratação de Escola

Ano Letivo 2018/2019

Técnico especilizado

INFORMÁTICA

Nos termos e para os efeitos previstos no Decreto-Lei n.º 132/2012, de 27 de junho, alterado pelo Decreto-Lei n.º 83-A/2014, de 23 de maio, retificado pela Declaração de retificação n.º 36/2014, de 22 de julho e alterado pelo Decreto-Lei n.º 9/2016, de 07 de março, torna-se público que se encontra aberto o procedimento concursal para contratação de escola de um técnico especilizado para formação na área de informática.

Encontra-se a concurso o seguinte horário:

Área Nº do horário Nº de horas Candidatos
Informática 24 6 Lista

O processo de candidatura é aberto através da aplicação informática disponibilizada pela Direção-Geral da Administração Escolar (DGAE).

Modalidade de contrato de trabalho: Contrato de trabalho em funções públicas a termo resolutivo.

Duração do Contrato: O contrato vigora a partir da data de início em funções e termina quando deixar de se verificar a necessidade que originou o presente concurso.

Local de trabalho: Escola Secundária de Fonseca Benevides, Rua Jau, Lisboa.

Caracterização das funções: Exercício de funções de docência no âmbito do Grupo de Recrutamento 550 – Informática.

Requisitos de admissão: Para além dos legalmente exigidos para o cumprimento de funções públicas, o candidato deve possuir a habilitação académica e profissional legalmente exigida para a docência no grupo de recrutamento a que se candidata.

Critérios de seleção: São aplicados os critérios objetivos de seleção, a seguir obrigatoriamente, para os grupos de recrutamento previstos no Decreto-Lei n.º 9/2016, de 7 de março.

A graduação profissional ou a classificação académica (se não possuir Qualificação Profissional) nos termos do n.º 1 do artigo 11.º do Decreto-Lei n.º 132/2012 de 27 de junho, na redação em vigor, com a ponderação de 100%.

Para efeitos de desempate é utilizado o previsto no n.º 2 do artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 132/2012, de 27 de junho, na redação em vigor.  Em caso de igualdade na graduação, a ordenação dos candidatos respeita a seguinte ordem de preferências:

a) Candidatos com classificação profissional mais elevada, nos termos do artigo anterior;

b) Candidatos com maior tempo de serviço docente prestado após a profissionalização;

c) Candidatos com maior tempo de serviço docente prestado antes da profissionalização;

d) Candidatos com maior idade;

e) Candidatos com o número de candidatura mais baixo.

Critérios de seriação

- Ponderação da Avaliação do Portefólio - 30% 

- Ponderação da Entrevista - 35% 

- Ponderação do Número de Anos de Experiência Profissional - 35%

Documentos exigidos para efeitos de confirmação de dados, deverão ser apresentados na entrevista, que decorrerá nas instalações da escola, pelas 8:30 de dia 4/12/2018. A não apresentação de todos os documentos exigidos será motivo de exclusão:

– Cópia do(s) certificado(s) de habilitações;

- Portefólio

– Cópias das declarações do tempo de serviço declarado no grupo de recrutamento ou cópia do Registo Biográfico.

Terminado o procedimento de seleção, a lista final ordenada do concurso será publicitada na página da escola. A decisão é igualmente comunicada aos candidatos através da aplicação informática da DGAE, devendo a aceitação da colocação pelo candidato efetuar-se nessa mesma aplicação, de acordo com a regulamentação legal em vigor.

Lisboa, 27 de novembro de 2018

O Diretor

João Santos

Candidaturas

A candidatura é feita através da plataforma SIGRHE da DGAE.